sexta-feira, janeiro 23, 2015

Para curtir: 5 filmes para quem ama arquitetura e decor





Hoje em um post do facebook sobre Camille Claudel, troquei com amigas dicas de filmes sobre arte. Sou amante de biografias em filmes e livros. 

E gosto muito também de filmes em que arquitetura e decoração participam do enredo. 

Há algum tempo, mostrei a casa Tugendath, de Mies Van der Rohe, que aparece no filme Hannibal, a origem do mal. Lembram?

Hoje resolvi fazer uma listinha com alguns filmes em que vale a pena observar a decoração, o paisagismo e a arquitetura nas cenas. 

Nada de Sob o Sol da Toscana e Um Dia a Casa Cai. Hoje as escolhas são aqueles filmes que passam desapercebidos da maioria. Vamos lá:




O primeiro é um filme que adoro: A Guerra dos Roses. Antigo, provavelmente a maioria conhece o enredo e já viu a clássica cena do casal pendurando no lustre. 

Observe como o relacionamento do casal se deteriora à medida em que a casa vai se tornando cada vez mais bonita e ornamentada com peças de alto valor. Os amantes de uma decoração clássica amarão. 



A decadência de duas socialites (parentes próximas de Jackie O.) é o tema principal de Grey Gardens. Por isso é interessante ver como, apesar de não possuírem recursos financeiros para manter a casa em East Hampton, recusavam-se a desfazer-se dela, que representava um passado mais abastado. 

Curiosidade: o filme retrata uma história real. Quando essa casa foi vendida, os novos proprietários encontraram mais de 52 restos mortais de gatos selvagens e crânios de diversos guaxinins.

Bom para entendermos que é preciso aceitar as mudanças que a vida e a idade nos impõe e entender que a nossa casa precisa adaptar-se a nós e não o contrário.



Um sujeito workaholic herda um vinhedo no interior da França e tem de reformular todo o seu estilo de vida. Este é o tema central de Um Bom Ano.  

Vale a pena prestar atenção nas cenas, especialmente as dos flashbacks. Uma grande inspiração para amantes da jardinagem e também para quem curte a simplicidade em eventos ao ar livre.



É um filme meio chocante, que transcorre sem muitas emoções mas tem um final absolutamente imprevisível. The comfort of strangers é o título original para o filme Uma estranha passagem em Veneza

Vale a pena assistir porque, bem, é Veneza. Uma das locações que aparece com frequência é o icônico Hotel Gabrielli, que, na ficção, funciona como residência dos atores coadjuvantes e onde se desenvolve boa parte da trama. 



O filme é um suspense beeeeeem básico. Apesar disso, ganhou uma sequência que ainda não assisti. De qualquer forma, vale muito a pena assistir porque a arquitetura desta casa é simplesmente ma-ra-vi-lho-sa! A Casa de Vidro existe e fica em Malibu, na Califórnia. 

A tv e o cinema podem contribuir com muitas ideias para a sua decoração, não importa qual seja o seu estilo preferido. 




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...