quinta-feira, agosto 13, 2009

MÓVEIS DE ACRÍLICO: ELES VOLTARAM!



Em alta nos anos 70, andaram esquecidos na década de 80 e retornaram no final da década de 90, os móveis de acrílico voltaram - e para ficar.

As cadeiras e mesas estão entre os itens mais comuns. Mas graças à versatilidade desse material, ele pode ser empregado na confecção de peças maiores como espreguiçadeiras, bases de camas e até armários.

O preço por enquanto é o grande fator restritivo da utilização desses produtos em larga escala. Uma cadeira, com assento acrílico e pés em metal, custa em média R$ 800,00, superando os produtos estofados, madeira e plástico.

Atenção redobrada no cuidado. Embora resistente (as peças podem ficar expostas até 5 anos à luminosidade sem alterar a coloração) o acrílico risca. Porém, é possível recuperar a peça com polimento.

Na limpeza, produtos abrasivos, esponjas e palhas de aço devem passar longe das peças de acrílico. O mesmo vale para álcool, benzina e benzeno, presentes na maioria dos produtos de limpeza. Acetonas e ácidos também agridem o acrílico e o uso desses produtos pode provocar rachaduras nas peças de acrílico.

A limpeza deve ser feita apenas com água e sabão neutro. No final, uma flanela macia ajuda a polir e recuperar o brilho.

Comentários

Recomendados para Você