segunda-feira, agosto 24, 2009

DECORAÇÃO: BALIZADORES E ILUMINAÇÃO NO CHÃO






Tendência atual, os balizadores e spotlights na parte inferior de paredes e no chão requererem cuidado.

Uma dica útil é lembrar que o spotlight de chão se assemelha a uma dicroica  e deve estar direcionado para algo, se for usado em ambiente interno. Por exemplo: pode ser direcionado para uma parede diferente das demais ou, então, valorizar um quadro vivo ou jardim interno. Em ambientes internos, o spotlight de chão é mais valorizado se usado em ambientes sem outro tipo de iluminação, como corredores, escadas e halls de entrada.

O spotlight de chão fica maravilhoso em ambientes externos, hipótese em que é mais fácil associá-lo a outros tipos de iluminação alta.

Se a ideia é dar um efeito especial à decoração, não tenha dúvida, os balizadores, especialmente os modelos que não são de embutir, ficam maravilhosos. Eles criam um facho de luz na parede inteira, que muitas vezes só conseguimos com a aplicação de iluminação embutida em gesso.

Aí, a dica, ao contrário dos spotlights de chão, é que eles ocupem uma parede básica, sem muitos elementos, para que o efeito gerado pela luz seja o grande diferencial.

Quanto maiores as peças, maior a distância entre elas - menos de 50 cm, nem pensar. Qualquer profissional de decoração sabe que o excesso é o erro mais comum em iluminação!

Quanto às luzes coloridas, bem, gosto não se discute, e a menos que você esteja buscando efeitos cromoterápicos, opte por luzes brancas ou amarelas, apenas, pois não interferirão na decoração do ambiente.

Vale relembrar que um designer de interiores pode ajudá-lo a inserir esse tipo de iluminação em seu projeto de uma forma coerente e bonita, ajudando ainda a reduzir custos finais.

























Comentários

Recomendados para Você