sexta-feira, julho 31, 2009

SAIBA TUDO SOBRE A CAFETEIRA ITALIANA





Em 1933, Alfonso Bialetti inventou a cafeteira italiana ou Moka. Desde então, essa passou a ser a forma mais comum de fazer café na Europa, sendo difundida no restante do mundo.

Um café mais encorpado e saboroso é resultado de um sistema diferente das demais cafeteiras - que utilizam a filtragem. 

Na Moka, o sistema usado é o da percolação. A água fervente do interior entra em contato com o pó do café, através de uma válvula de vapor, e este é impulsionado para o topo da cafeteira, formando um creme parecido com o spresso italiano.

Um café delicioso e ecologicamente correto está prontinho para ser saboreado. A cafeteira italiana utiliza apenas o fogo. Nada de energia elétrica ou filtros de papel.

Opção ótima para quem mora sozinho, há cafeteiras que preparam apenas 1 cafezinho. Você encontrará modelos para 4, 6, 10 ou mais cafezinhos. De volume pequeno, é ideal para ser levada em viagens de veraneio ou até acampamentos, ocupando quase nenhum espaço na bagagem.

Desde que foi criada, o design da cafeteira pouco mudou, mas você encontrará nas lojas várias versões, desde a tradicional de alumínio até outras mais elaboradas, com print animal, coloridas e em inox. Os preços variam muito - entre 30 e 600 reais, dependendo da loja.

A Bialetti é a mais tradicional e a que eu recomendo, testada e aprovada pela minha família há mais de 25 anos, quando meus pais adquiriram uma versão em alumínio - que ainda está perfeita. Eu tenho um modelo em inox há pelo menos 10 anos e ele dá pistas de que continuará em uso por muito tempo.

Há outras marcas nas lojas, com preços geralmente inferiores ao da Bialetti. É preciso analisar na hora da compra.

Minha dica é para o uso dessas cafeteiras em fogões tradicionais, pois os modelos menores, em virtude da base pequena, dificultam o apoio sobre as grades dos queimadores, o que não acontece nos fogões vitrocerâmicos.

Porém, essa é uma questão muito fácil de ser resolvida. Por valores que variam entre 5 e 10 reais, você encontra nas lojas de utilidades domésticas adaptadores (chapas ou grades) para serem apoiadas sobre as grades dos fogões e, com isso, garantir o perfeito equilíbrio de sua cafeteira italiana.

Em São Paulo, na Região da Av. Celso Garcia, nas imediações das Ruas Bresser e João Boemer, você encontrará vários tipos de cafeteiras italianas nas lojas de utensílios domésticos e também os suportes para apoiá-las sobre os fogões tradicionais, em vários modelos e tipos. Bem mais barato que em lojas de shopping.












Você quer experimentar um café diferente? Então veja também o charme da cafeteira francesa, com vidro e aprenda também qual o melhor aparelho de fondue.

quinta-feira, julho 30, 2009

DECORAÇÃO: O ESCRITÓRIO DE MERYL STREEP





Que o livro "O Diabo Veste Prada" foi escrito por uma ex-assistente da temível Anna Wintour, editora da Vogue, todo mundo sabe...

Mas você sabia que a decoração do set no filme reproduz quase que fielmente o real escritório de Anna???

Aliás, diga-se, ambos têm uma combinação linda de fotos em preto e branco e o espelho ao centro deixou a composição super moderna. Inspire-se.





Sou super fã da Meryl Streep e também adoro observar os sets de decoração. Você já viu que gracinha os ambientes do filme O Amor Não Tira Férias, com a Cameron Diaz?




COMO DECORAR A RECEPÇÃO DE AMBIENTES COMERCIAIS





Não importa se a sua empresa é grande ou pequena, ou se você tem um escritório ou consultório. A recepção de seu espaço de trabalho pode (e deve!!) ser usada para alavancar seus negócios.

Você pode ser competente e ótimo profissional, mas se o seu ambiente de trabalho não disser isso, certamente você perderá oportunidades e dinheiro.

Escritórios e consultórios arrumados e organizados atraem mais clientes. Veja algumas dicas para incrementar seu local de trabalho:

Organização - Vem sempre em primeiro plano. Portanto, nada de arquivos ou pastas de clientes amontoados em um canto. Gaveteiros de aço (que podem ser comprados usados e reformados), armários e carrinhos ajudam a organizar os arquivos de forma prática. Pastas e maletas encontradas em papelaria também auxiliam a por tudo em ordem. E há sempre a opção econômica da caixa de papelão encapada.

Recepcionista/Secretária - Se você não tem uma grande empresa, certamente a sua recepcionista é uma pessoa jovem e com pouca experiência e que se veste como tal. Portanto, uniforme nela. Calças com barriga de fora, tênis e blusinhas justinhas não atraem o tipo de negócio que você está procurando.

Instrua-a ainda a adotar um comportamento sério, porém atencioso e educado, sem intimidades com os clientes. Manter a mesa arrumada é fundamental. Ao atender o telefone, ela deve identificar a empresa e o seu nome, com uma breve saudação.

Sala de Espera - Revistas velhas podem denotar que você é um profissional desatualizado, elimine-as sem dó. 

Rasgadas, sem capa ou sujas só servem para o lixo. Procure manter publicações que interessem aos seus clientes (e.: consultório ginecológico - revistas femininas e de notícias/consultório pediátrico - revistas sobre crianças e também gibis para as crianças). 

Dê atenção a quem você recebe, colocando assentos confortáveis em perfeito estado de limpeza e conservação, luminosidade adequada, abrigo de frio e chuva, etc. Cliente que se sente desconfortável e mal atendido não volta.

Decoração - Não deve ser suntosa demais. Um escritório simples, porém arrumado com distinção, costuma ser mas eficiente. O que deve chamar a atenção é sua competência. Um tapete, um vaso de plantas, algumas gravuras ajudam a compor o ambiente. Recurso eficiente e barato é pintar a parede atrás da recepcionista com uma cor mais escura que as demais e ali colocar uma placa indicativa com o nome da empresa ou o logotipo.

Banheiros - Limpíssimos, sempre. Nada de toalhas ensopadas e encardidas penduradas e evite o sabonete em barra, que resseca e fica com uma aparência horrível. Prefira toalhas de papel (pode ser até papel toalha em um suporte) e sabonete líquido. Mantenha sempre rolos de papel higiênico à mão. 

Se os funcionários também usam o mesmo, providencie um pequeno armário ou gaveteiro com chaves para seus pertences. Placas auto adesivas solicitando a cooperação de quem usa o banheiro e como descartar o lixo costumam ser um recurso eficiente se você recebe muitas pessoas.

Cigarro - É proibido fumar, mesmo que não seja lei. O cheiro do cigarro e cinzeiros espalhados acabam com qualquer ambiente. Esteja atento também, solicitando que os clientes não fumem na entrada do estabelecimento, sempre que possível. Isso evita que o ambiente fique mal cheiroso e sujo logo na entrada.

Café e Água - Em qualquer lugar é prudente oferecer água. Mas atenção, evite os galões de água mineral e opte por um filtro com as opções gelada e fria. Tenha em mente, se pretende oferecer café, este deve estar sempre quente e fresco, nunca requentado. Só é necessário se as esperas forem superiores a 15-20 minutos.



















Veja também estas dicas para distribuição dos móveis, que são úteis para qualquer ambiente.




quarta-feira, julho 29, 2009

DECORAÇÃO TEMÁTICA: ARTE PALESTINA





Visitei em SP há alguns anos, uma feira chamada Art Mundi, com peças de arte e artesanato de vários países.

Muitos stands são de importadores da região da 25 de março (com objetos indianos, tailandeses e países árabes).

Mas há também stands que vendem peças que não encontramos mesmo por aqui, como colares africanos lindíssimos, jogos de chá da Turquia, peças gregas, assentos sanitários trabalhados... Enfim, vale a pena visitar. Esse ano está programada para 3 de outubro. Fique de olho.

Bem, nessa feira, vi as peças cerâmicas da Palestina. Pode até haver quem comercialize aqui no Brasil (eu não conheço - se souberem, me falem), mas eu nunca vi.

Os pratos decorativos são lindíssimos e as peças utilitárias igualmente charmosas. Como vocês podem perceber pelas fotos, o lenço palestino que foi o hit da estação não é a peça mais bonita que vem da Palestina.











POR DENTRO DE CARROS BEM DIFERENTES





Sim, mulheres podem se interessar se o assunto é carro. Não prestamos muita atenção à potência do motor, às rodas e ao custo benefício. Mas definitivamente, sabemos muito bem a cor, o modelo, o tamanho do porta-malas e como é o acionamento dos vidros traseiros.

Pergunte a uma mulher e ela dirá exatamente como é o interior do carro que vocês viram na concessionária.

Detalhes que passam despercebidos no universo masculino, são rapidamente captados pelas mulheres. E não é por acaso que as indústrias têm pensado nisso a cada lançamento.

Pois bem, há cor e vida no interior dos veículos. Esqueça o banco (ga)tunado com estofamento de oncinha. Alguns modelos têm detalhes belíssimos em couro e madeira.

Não são somente os espaços interiores de limousines que recebem detalhes. Claro que a criatividade nesses casos pode beirar uma extravagância, como luzes em neon, iluminação por leds e piso de madeira.

Modelos menores (porém, não menos caros) também recebem cores diferentes nos bancos e detalhes diferenciados nos painéis.


























































































terça-feira, julho 28, 2009

DECORAÇÃO - ESTILO PROVENÇAL





Um pouco de história

Embora algumas correntes defendam que o estilo Provençal se originou no século XVIII, pela criação dos artesãos franceses, eu defendo a teoria de que o estilo provençal não foi fruto da criação e sim da necessidade (que sempre acaba em criatividade!) dos habitantes mais pobres do interior da França, em especial, a região de Provence, ao sul. Jamais houve a pretensão de criar um estilo!

A tese realista que cultivo é que esse estilo nasceu, sim, no interior da França, não somente a região de Provence, a partir da necessidade das pessoas de reaproveitar as peças de mobiliários que possuíam. A pintura em pátina, então, não seria uma forma de "imitar" o mobiliário dos nobres e abastados, mas sim uma forma de esconder as marcas do tempo e possibilitar o reaproveitamento dos móveis.

Até pelo próprio contexto histórico, creio improvável que um "estilo provençal" tenha sido criado nos séculos XVII ou XVIII, época que antecedeu a Revolução Francesa, cujo fator marcante foi a predominância da pobreza num país rico, onde somente a nobreza vivia de forma abastada.

Essa nobreza tinha acesso ao mobiliário de estilos Luis XIV (que foi o primeiro rei a criar um estilo), XV e Luis XVI e às peças exclusivas de criação de Andre Charles Boulle (cuja influência predominou no Palácio de Versailles por todo o século XVIII), Louis Delanoix, Georges Jacob, dentre outros.

Parafraseando uma grande amiga e adoradora do estilo, os "caboclos" franceses tinham preocupações bem mais consistentes (colocar comida no prato) do que criar formas de imitar o mobiliário dos ricos.

A população rural, exceto a nobreza, era muito, muito pobre. Havia se abatido uma crise agrícola, pois a população aumentara muito e a quantidade de alimentos produzida era insuficiente, agravada pelas geadas e pelo frio, resultando num período de fome (também uma das causas da Revolução Francesa). E quem vivia no interior da França era a população rural - muito pobre e faminta.

Por isso, não creio na "criação" de um estilo provençal.

Bem, sem discussões, essa é minha teoria. Respeito e aceito opiniões contrárias e quem tenha dados a acrescentar que o faça.

O estilo francês do interior (Country French Style)



Nem só de pátinas e florais vive o autêntico estilo francês do interior, cujo termo é mais adequado do que provençal, pois todo o interior da França possui mobiliário de características semelhantes.

O que se percebe são as marcas do tempo e a pintura é apenas uma forma de disfarçar os defeitos da madeira e marcas do tempo.





Toile de Jouy



Atualmente, quando se fala em estilo provençal, pensamos no tecido, de algodão ou linho, com estampas pastoris sobre um fundo claro. Porém, ele nunca fez parte de um estilo provençal.

Cristopher Phillippe Oberkampf criou um sistema de impressão, numa cidade chamada Jouy-en- Jousas, próxima a Versailles, no século XVIII (provavelmente 1770).

Maria Antonieta (uma grande esbanjadora de $$$$, que sabia tudo de festas, eventos, moda e decoração, posteriormente decapitada - hoje ela seria, certamente, personal stylist de alguma celebridade, rsrsrs) escolheu essa estampa para decorar as paredes do palácio de Versailles e foi aí que a estampa ganhou notoriedade.

Posteriormente, as estampas incluíram cenas burguesas, fábulas e fatos histórico, influenciadas, claro, pelo contexto Pós-Revolução Francesa.

Hoje, Toile de Jouy é claramente um sinônimo do estilo provençal.


O atual estilo provençal

Pátinas lavadas, móveis brancos, tons claros e suaves como o rosa, lilás, verde e azul, alguns elementos decorativos artesanais (como lustres em metal decorados com flores) e estampas miúdas sobre fundos claros marcam o estilo provençal atual, comercializado em larga escala em várias lojas de mobiliário.

Na linha de produção, os móveis vieram com linhas mais retas.
Forte tendência em 2004/2005 e desde então tem se mantido como sinônimo de romantismo e opção para ambientes femininos, quartos de bebês e sinônimo de suavidade e aconchego.
Hoje democracia é a palavra de ordem em design de interiores e, assim, qualquer móvel pode incorporar um estilo provençal e não apenas peças desgastadas pelo uso.
Algumas tendências atuais: a substituição dos tons suaves pelos mais ousados, como pink, cinza e roxo e a adoção de estampas maiores e mais escuras.














veja também:

DECORAÇÃO DE PRAIA: AS CORES DO CARIBE





Quantas vezes você ouviu a expressão "o colorido do Caribe"? Com certeza, muitas.

Todas as cores estão presentes nas construções do Caribe e a maioria dessas construções é feita de madeira. Também é comum encontrarmos construções ornamentadas por lambrequins (o detalhe ornamental que aparece nos beirais).

Do mais simples chalé até as luxuosas "villas" beira-mar, é possível perceber o mesmo traço na arquitetura. Dentro das casas, não há um compromisso exagerado com qualquer estilo de decoração. Você encontrará móveis rústicos e contemporâneos, combinados de forma despojada.

A madeira de demolição e as fibras naturais estão presentes para equilibrar com seus tons neutros o colorido das paredes.



















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...