terça-feira, janeiro 12, 2010

DECORAÇÃO: DICAS PARA DISTRIBUIÇÃO DOS MÓVEIS





Uma boa distribuição dos móveis e objetos é fundamental para garantir o conforto, a circulação e transmitir uma boa sensação a todos.

Se você está reformando ou construindo, também é ideal distribuir os cômodos de acordo com a sua necessidade.

A seguir, dicas preciosas para você aproveitar melhor o espaço da sua casa.

  1. Definir as suas necessidades: Ao planejar a distribuição da casa, o primeiro passo é definir as suas necessidades, qual será a função de cada ambiente e quantas pessoas o utilizarão. Esta análise prévia é fundamental para acertar em todas as decisões futuras.
  2. Garanta o conforto: Antes de comprar qualquer móvel, esteja certo de que dispõe do espaço suficiente para ele (garantindo inclusive a abertura de portas, o afastamento das cadeiras e o espaço para circulação). Esteja certo também de que ele cumprirá as funções de que você precisa (ex.: em um quarto pequeno, uma cama com gavetas pode ser mais útil do que um modelo simples).
  3. Antecipe as suas necessidades futuras: A família crescerá? Você pensa em adquirir novas peças futuramente? Tudo isso deve ser levado em conta. Na dúvida, prefira peças pequenas, práticas e multi-funções, que possam ser transportadas de um ambiente para outro. (ex.: 1 sofá e 2 poltronas menores permitem mais disposições do que um jogo de sofás de 3 e 2 lugares).
  4. Espaço suficiente para armazenar: Para garantir a organização é necessário que a casa conte com armários e gavetas, conforme a função e a necessidade de cada cômodo. A tendência é que acumulemos mais coisas à medida que o tempo passa. Por isso, prever lugar para armazená-las é fundamental.
  5. Espaço e alturas adequadas: Ao distribuir a mobília, assegure-se de reservar o espaço suficiente entre as peças, para garantir o maior conforto possível, evitando tropeços e as famosas "topadas". No banheiro e na cozinha é fundamental ainda garantir que o mobiliário esteja adequado à altura das pessoas da casa.
  6. Privilegie a iluminação natural e a ventilação: Leve em conta a posição das portas e janelas e tenha em conta a entrada da luz ao distribuir os cômodos. É preferível que os ambientes da cozinha e lavanderia estejam na parte mais ensolarada e os dormitórios na que recebe menos sol.
  7. Facilite a relação entre os ambientes: Ao distribuir os cômodos, tenha em conta que a cozinha e a área de refeições devem estar próximas, assim como os banheiros em relação  aos quartos.
  8. Disponha os móveis sem impedir a entrada da luz/ventilação:Ao distribuir os móveis em cada cômodo, faça-o de forma que a luz/ventilação natural possa circular sem obstáculos. Posicione os móveis principais de frente para as janelas, assim garantirá uma vista agradável.
  9. Espaços livres, circulação fácil: Não crie obstáculos à frente das portas e janelas e garanta espaços vazios entre os móveis, para uma boa circulação.
  10. Móveis sob medida: São um excelente recurso na hora de ganhar espaço, especialmente nos ambientes menores, pois permitem ocupar todos os cantinhos disponíveis para armazenagem.
  11. Escolha móveis proporcionais: Móveis grandes demais resultarão em um ambiente entulhado e opressor. Já móveis pequenos demais passarão a sensação de vazio. Por isso, escolha móveis proporcionais ao tamanho do ambiente.
  12. Portas e janelas de correr: Um bom recurso para ganhar alguns centímetros é optar por portas e janelas em modelos de correr ou articuladas. Outra boa solução é estudar a inversão do sentido de abertura das portas (também vale para geladeiras), se o ambiente permitir.
  13. Móveis e peças versáteis: gaveteiros volantes, cubos e módulos são, em geral, peças de pequenas dimensões que podem passear pelos ambientes da casa conforme as necessidades. Mesas extensíveis também podem ser uma boa opção para quem recebe com frequência mas não tem espaço para uma mesa grande no dia-a-dia. Pufes e bancos podem compor assentos extras sem atrapalhar.
  14. Alguns cômodos podem ter dupla função: O corredor, por exemplo, pode receber um armário e abrigar a rouparia, liberando espaço nos quartos. O home theater pode abrigar também o home office e a sala de jantar pode ser um bom lugar para instalar um aparador que sirva também como bar.
  15. Delimite os espaços sem criar obstáculos. Atualmente é comum termos um ambiente dividido entre estar, jantar e home theater. Delimite estes espaços com peças pequenas e baixas, como aparadores, cadeiras, bancos, tapetes, plantas, para não criar obstáculos e dar a sensação de aperto.
  16. Ganhe amplitude com as cores: Usar tons claros e próximos nas paredes e nos tecidos e revestimentos ajuda a dar a sensação de amplitude, bem como a sensação de unidade a todo conjunto. Os brancos e tons crus são os melhores. Reserve as cores fortes para detalhes menores como tapetes, almofadas, quadros e objetos de decoração.
Sabia que os tapetes são ótimos para dar sensação de amplitude e aconchego aos ambientes? Veja como usar tapete no quarto e também aprenda como combinar o tapete e o sofá com chaise.

Comentários

Recomendados para Você