segunda-feira, maio 14, 2012

COMO DISPOR QUADROS - 16 IDEIAS E MUITAS DICAS





Faz tempo que eu vinha planejando esse post. 

Claro que o uso desse recurso nunca deixou de ser uma tendência, mas com a onda dos abstratos, andou um pouco de lado e,  hoje, penso que é o que há de mais "in" quando o assunto é decorar as paredes.

O assunto sempre gera dúvidas: As imagens devem ter o mesmo tamanho? As molduras precisam ser iguais? Posso misturar imagens coloridas com outras em preto e branco? Quanto a combinar telas, gravuras e imagens? Onde fica melhor? 

Para ajudar a esclarecer estas perguntas e outras, aqui vão algumas ideias e dicas de como usar esse recurso na decoração.


Para facilitar, estamos em uma época sem rigidez e fórmulas prontas no que tange à decoração. Valem muito mais a harmonia, a criatividade e a satisfação pessoal.

Você pode usar gravuras, imagens e fotos em qualquer ambiente da sua casa, do living à área íntima, passando pela cozinha e banheiro.

No caso de optar por fotos de família, é uma questão de gosto, mas eu prefiro reservá-las para áreas mais íntimas. Também, com o advento dos portarretratos digitais (será que usei a regra certa?), paredes cobertas com fotos de família, só se for em um arranjo muito diferente e decorativo.

Escolha imagens que você gosta e que tenham significado para você e sua família, antes de mais nada. Tal como um quadro, é necessário que você se apaixone pelo que está retratado naquela imagem. Não escolha apenas pelo artista ou pelo tema, escolha porque você gosta.






A utilização de imagens com mesma tema e em preto e branco valorizou a sensação de tranquilidade no quarto. Uma boa fórmula para não errar é apostar na simetria e unidade visual, escolhendo figuras de mesmo tamanho e usando o mesmo tipo de moldura em todas. O passepartout largo e branco sempre é um bom recurso para valorizar a arte em si.




Traçar uma linha horizontal imaginária ajudou a definir o lugar certo da série de gravuras usadas na parede da cabeceira da cama.




Uma imagem ao centro e a disposição das demais ao redor, com tamanhos e formas diferentes ajudou a compor o arranjo na parede. Molduras simples valorizam as obras que pretendemos expor.




Fotos e gravuras foram harmoniosamente dispostas nesta parede. O recurso de inserir itens múltiplos em tamanhos menores ajuda a não poluir e cria um arranjo sem excessos. Embora as molduras sejam diferentes todas são clean.



Novamente, gravuras, fotos, imagens e até desenhos compõem o arranjo dessa sala. A parede de tonalidade escura forma uma base ótima para as molduras diferentes.




As tonalidades preto e branco são valorizadas pela parede vermelha ao fundo.




Fugindo da composição tradicional de usar as imagens na parede da cabeceira, estas aparecem na lateral.Novamente a simetria e a unidade visual são os recursos usados.




Duas imagens em tons escuros sobre o painel da cabeceira valorizam o ambiente neutro. 


Uma tela ao centro e gravuras menores ao redor formam um arranjo diferente que compõe bem com a cabeceira de estilo.


Os tons neutros e a atmosfera clean também foram levados em consideração na hora de escolher as imagens sobre a cabeceira. 


Apenas uma e em tamanho grande. Dessa vez, disposta em tirantes de aço presos ao teto.


Tirando partido da altura da parede, as imagens foram dispostas na vertical. Esse recurso só funciona quando não há móveis próximos demais.


Cobrindo as paredes, gravuras, fotos, documentos antigos. As molduras,  apesar de retas e sem muitos detalhes seguem um estilo retrô, compondo bem com as características das artes emolduradas.


No chão apoiadas, sob as prateleiras e também acima delas. O novo jeito de usar: sem pregos, apenas apoiadas, sobre móveis, aparadores, estantes e até no chão.

Séries de imagens, com mesma moldura sempre fazem bonito, especialmente quando há simetria na composição.


As fotos e imagens próximas de um móvel não precisam necessariamente ficar centralizadas. Deslocá-las para uma lateral e usar objetos mais altos sobre o móvel é uma tendência.


As gravuras e imagens podem preencher com classe aquele cantinho vazio da sua casa.


O banheiro também não precisa ficar de fora.



Para usar imagens no banheiro, proteja-a com um vidro.


Fotos, desenhos infantis, cartões de natal... tudo pode ser emoldurado.


Nas paredes que têm estampas, listras ou detalhes, o passepartout funciona como um "neutralizador", limpando as impressões, antes que o olhar encontre a imagem.


Gravuras na cozinha. Proteger a imagem com vidro é uma boa alternativa para impedir que ela seja danificada pela gordura e o calor desse ambiente.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...