segunda-feira, junho 14, 2010

DECORAÇÃO: TONS NEUTROS E COMBINAÇÕES



Adoro bases neutras na decoração. Invariavelmente, acabo optando pelos beges, brancos e até mesmo o marrom na decoração - os famosos tons neutros.

Explico: não sou minimalista. Gosto de vários objetos decorativos, quadros, um monte de detalhes... Então, uma base neutra em tecidos e móveis, ajuda muito a dispor todo o acervo aqui de casa (e mais o monte de coisas que eu compro, ganho e garimpo...) sem poluir.

No meu caso, estas escolhas são pensadas e determinadas. Mas é comum que, na hora da dúvida, dentro da loja, as pessoas recaiam nessas tonalidades, com medo de errar.

Então, anote algumas dicas e ideias para acender a sua decoração com tons neutros.


Uma lição de cabeleireiro para adotar na decoração: tudo se resume a contrastes. Vale também para quem usa tons neutros. Contrastes dão profundidade aos ambientes e evitam que tudo fique pesado demais ou leve demais. Não precisam ser absolutos, entre claro e escuro, apenas o suficiente para que as diferenças entre os elementos sejam notadas. 

E se for tudo no mesmo tom? Também nessa hipótese você pode criar contrastes, trabalhando com texturas diferentes, por exemplo, combinando tecidos mais grossos a outros mais finos, opaco com brilho, estampas diferentes... Mesmo o monocromático pode ter aquele algo a mais.

Em um living, observar esse ensinamento na hora de escolher a cor das paredes, das almofadas e do tapete é acertar em cheio. Na foto acima, a força está no contraste entre móveis x paredes e tapete x piso. Os demais elementos reforçam essa ideia, que é presente também na estampa do pufe. 



O "sol, a paixão e a terra" combinam muito bem com tons neutros. São palavras simbólicas, para ajudar a lembrar as cores que compõem super bem com os neutros: os amarelos, laranjas, vermelhos e os tons terrosos. Do bege mais claro ao café, todos os neutros aceitam bem essa combinação de cores.

Os contrastes também devem ser levados em conta na hora de escolher as cores para compor com os neutros. Assim sendo, quando você tem uma base neutra que tende ao claro, crie detalhes com tons mais fortes e escuros, nas almofadas, nos móveis, nos tapetes...


Se você é do tipo que adora garimpar móveis e objetos de decoração, não se desfaz deles e a sua casa ecleticamente tem que combinar tudo, os tons neutros são uma ótima e segura escolha em estofados, revestimentos e na pintura.

Nesse caso, as tonalidades podem ser mais leves para harmonizar com as demais informações do ambiente. Use tons fortes e estampas em pequenas pitadas, como uma almofada, o detalhe de um vaso, apenas uma parede, etc.





Se você optou por tonalidades neutras em móveis, estofados e tapetes, não quer dizer que você não goste de cores. Também não é por ter escolhido peças predominantemente neutras que tudo mais deve seguir esta linha.

A cor pode vir na cortina. Pode ser o vermelho, o verde, um azul que tende ao turquesa... Repita a cor escolhida em uma outra peça, como a estampa da almofada, um cachepot ou cúpula de abajur. O resultado ficará lindo.

Você não precisa usar necessariamente um tom vibrante. Um nuance mais desbotada cai bem com os neutros.


Se existe um coringa em decoração, o nome dele é almofada. No living ou no quarto, a mudança das almofadas altera completamente o clima da decoração.

Para dar jovialidade a um sofá marrom sisudo, experimente combinar tecidos estampados e lisos com cores vibrantes, como o vermelho, o laranja, o verde e o azul turquesa. Se o sofá é escuro, opte por estampas com fundo claro e vice versa. O mesmo vale para colchas e cobreleitos.

Para dar mais 'peso' a um sofá muito claro, experimente combiná-lo com almofadas em tonalidades escuras. Na foto acima, as almofadas as cores e estampas vão muito bem com todos os neutros.





Tapetes também são uma decisão importante para compor um ambiente neutro. Eles ajudam a delimitar os espaços e transmitem a sensação de aconchego, fundamental quando a opção é por cores claras e neutras.

O ideal é que o tapete tenha um pouco de contraste com o piso. Outra difícil decisão é escolher entre o tapete liso ou estampado.

Na minha opinião, um cuidado a se tomar ao optar por tapetes estampados, especialmente aqueles de estilo oriental, é evitar combiná-los a sofás marrons e escuros em geral.

Normalmente, isso 'envelhece' um pouco o ambiente. Vale sempre lembrar que nada aqui é ciência absoluta, isso depende muito dos demais elementos, iluminação do ambiente, estilo dos móveis e até do feeling de quem decora.

No caso de um sofá marrom, chocolate, café ou outro tom similar, tapetes lisos ou com temática mais contemporânea (sisal, listras, tear, shaggy, etc.) ajudam a compor um ambiente mais moderno, por conta da textura presente nesses produtos.





A seguir, mais algumas ideias para combinar as cores neutras:









Comentários

Recomendados para Você