terça-feira, junho 29, 2010

PINTURA: FOSCO, ACETINADO OU BRILHANTE?






Uma das perguntas mais frequentes na hora de comprar tintas é que acabamento escolher. Afinal, quais são as diferenças entre o fosco, o acetinado e alto brilho? O que fica melhor na hora de decorar?

É claro que a preferência pessoal conta e também as orientações de quem pintará ao analisar a superfície. Mas algumas dicas sempre ajudam, não é?

Para começar, vamos falar do acabamento fosco, que é o mais comum nas tintas latex e acrílicas, usadas na pintura de paredes e tetos. O acabamento fosco é bonito e também o mais indicado para pintores poucos experientes.

Ajuda a esconder as imperfeições e irregularidades das superfícies em que for usado. Sabe aquela parede cheia de ondulações e um pouco tortinha? Pois é, ao escolher o acabamento fosco na pintura, os defeitos ficam praticamente imperceptíveis.

Eventuais falhas na pintura provocadas pela diluição incorreta da tinta ou erros na aplicação também são facilmente camufladas pelo acabamento fosco. Por isso, é possível efetuar retoques na pintura sem que eles se evidenciem.

Se você pretende usar tonalidades escuras nas paredes, nem pense duas vezes: acabamento fosco nelas. O acabamento fosco em tons mais escuros fica mais elegante e as imperfeições tanto da pintura quanto da superfície não são notadas.

O acabamento acetinado é a bola da vez para a pintura de portas. Realmente, o resultado é bem bonito e é valorizado pela cor branca. Em paredes, as tintas que prometem "toque de seda" propiciam esse toque acetinado. A vantagem é que a limpeza é bem facilitada e pode ser feita com um pano úmido. Os retoques ficam mais evidentes e, em cores mais escuras, é praticamente impossível retocar a pintura. Fica muito bonito em tons claros como o branco, o palha e tonalidades off white.

O acabamento alto brilho ou high gloss também é bastante utilizado em superfícies de madeira, especialmente em janelas e portas. Aplicando-o em 4 demãos com intervalos de secagem, consegue-se um efeito similar ao da laca. A vantagem consiste em uma boa resistência, especialmente, no caso de superfícies mais expostas ao calor e umidade. A limpeza é bem fácil, com o uso de pano úmido e detergente neutro.

O acabamento não aceita retoques e mesmo defeitos mínimos, como por exemplo, um escorridinho de tinta, um pincel carregado demais ou passado em sentido diferente, sobressaem muito. Por isso, é essencial o uso dos materiais corretos e muito cuidado na pintura da superfície. Em paredes e tetos, o resultado é antiquado e nada agradável ao olhar.

Veja também um tipo de pintura que faz a porta desaparecer e dicas infalíveis para uma pintura perfeita. Acha horrível pintar portas por causa das maçanetas? 




3 comentários:

  1. Gostei do artigo. São Informações técnicas fundamentais. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Agora sim! Acabei de cegar de uma pesquisa de preços em lojas e voltei com mais dúvidas: eles não sabem explicar nada hehe. Corri pra cá e pronto: fiz minha escolha para pintar minha sala e corredor do apartamento recém alugado: acrílico branco fosco, lavável e anti-mofo!!! Obrigado cores da casa!!!

    ResponderExcluir
  3. Agora sim! Acabei de chegar de uma pesquisa de preços em lojas e voltei com mais dúvidas: eles não sabem explicar nada hehe. Corri pra cá e pronto: fiz minha escolha para pintar minha sala e corredor do apartamento recém-alugado: acrílico branco "fosco", lavável e anti-mofo!!! Obrigado, cores da casa!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...