terça-feira, outubro 05, 2010

DECORAÇÃO: POR DENTRO DO PALÁCIO DA ALVORADA ii



Continuando nossa visita ao Palácio da Alvorada...



Agora, o nosso passeio é pelo Salão de Estado. A decoração reúne peças de design contemporâneo e consagrado, como, por exemplo, a mesa de centro, com design de Charles Eames e obras de arte.



Destaque para a tapeçaria do chileno Kennedy Bahia (1929), cujos trabalhos se caracterizam por motivos da fauna e flora amazônicas e do folclore da Bahia.

O quadro Colhendo Café, de Djanira da Motta e Silva (1914) traz a temática da história e costumes brasileiros, tão retratados pela autora em suas obras.


O hall de entrada do Palácio, com a parede dourada que contém a célebre frase de JK proferida no lançamento da pedra fundamental: "Deste Planalto Central, desta solidão em que em breve se transformará em cérebro das altas decisões nacionais, lanço os olhos mais uma vez sobre o amanhã do meu país e antevejo esta alvorada com fé inquebrantável em seu grande destino".


O mezanino.


A sala de música.


A lavanderia do palácio.


A cozinha.

A sala de almoço, considerada patrimônio histórico pela Unesco.

Você sabia que o nome Alvorada foi escolhido pelo próprio JK? Quando perguntaram sobre a razão do nome, Juscelino respondeu com outra pergunta: "O que é Brasília, senão a alvorada de um novo dia para o Brasil?".

Pois é, assim esperamos. Qualquer que seja o ilustre morador desse palácio, que ele nunca se esqueça da grande nação a que deverá servir, mesmo contrariando seus próprios interesses, se necessário.

Veja também a primeira parte desse post, com mais fotos do Palácio da Alvorada. Clique aqui.

Comentários

Recomendados para Você