quarta-feira, novembro 10, 2010

DECORAÇÃO: CHANUCÁ, A FESTA DAS LUZES



Como havia prometido, este ano vou deixar o Natal para lá.

Calma, eu explico: como o Natal não é a única celebração que ocorre no final de ano e há tantas outras celebrações e festas lindíssimas que deixamos passar despercebidas, vou falar também sobre isso.

Acredito que a maioria dos leitores, assim como eu, resida em países cuja população segue a fé cristã. Especialmente por este motivo, fica mais difícil entrar em contato com outras culturas.

Mostrando um pouco de cada festividade comemorada por outros povos, todos os leitores podem conhecer a riqueza cultural e, ainda, inspirarem-se com ideias de decoração destas outras festas.

Por que não começar o novo ano incorporando o que há de melhor de todas as culturas para a nossa vida e rotina diária?

Para inaugurar essa série especial, eu escolhi o Chanucá, da tradição judaica. Há muito tempo atrás, participei de uma celebração do Chanucá em casa de amigos e posso dizer que foi muito bonito, fiquei emocionada.

Segundo o Web Judaica, este ano (2010) o Chanucá começará a ser celebrado no dia 2 de dezembro, ou 10 de Tevet de 5.771 (data correspondente no calendário judaico).

Esta celebração, tem uma história muito bonita de fé e superação, que você pode ler aqui.

O mandamento principal de Chanuká é o acendimento da Chanukia, o Menorá, aquele candelabro de 9 braços, cuja foto vocês conferem abaixo. 

Os oito braços são para lembrar o milagre dos oito dias em que a Menorá ficou acesa com azeite que era para ter durado apenas um dia.

O nono braço da Chanukia, que recebe o nome de shamash - servente - é um braço auxiliar para o acendimento das outras velas.

Segundo a tradição, somente o shamash pode ser usado para, se for o caso, iluminar a casa ou para outro fim, sendo que as outras velas só podem servir para o cumprimento do mandamento.

A cada noite um nova vela é acrescentada até que se completem as nove. Outras tradições, como brincar com o "sevivon" (esse peão que aparace na última foto) onde em cada lado dele estão escritas as iniciais da frase "nes gadol hayá sham" (um grande milagre aconteceu lá - em Israel) são válidas, e para quem está em Israel a última palavra da frase é "pó" (aqui).

Também há o costume de servir alimentos como sonho com geléia (sufganyot) e panquecas de batata (latkes).

Confira algumas fotos dessa belíssima festividade judaica e fique ligado, pois logo, voltarei falando de outra celebração.
















Imagens por
venanciojctalanta.blogspot.com
marthastewart.com
kosherseek.com
artcnet.com
navarandacomlanynha.blogspot.com

Fonte da pesquisa: Wikipedia

Comentários

Recomendados para Você