quinta-feira, novembro 18, 2010

O QUE FAZ CADA UM: ARQUITETO, DESIGNER DE INTERIORES E DECORADOR



Quem escreve sabe que muitas vezes a inspiração do texto vem de coisas muito simples, como encontrar algum conhecido, ler uma revista ou vivenciar uma situação.

E hoje, por acaso, encontrei um vizinho que me perguntou se eu conhecia um arquiteto ou decorador voltado para o rústico.

Para quem está na área do design, essa pergunta pode parecer óbvia e sem sentido. Mas, sempre que converso com as pessoas, noto que há uma dificuldade muito grande em saber a responsabilidade e a atuação de cada profissional: arquiteto, designer de interiores e decorador.

Não vou me ater às conceituações e às exigências legais de cada uma. Mas cabe falar um pouco sobre a formação acadêmica de cada um.

Obviamente, é arquiteto quem faz curso superior de arquitetura e está apto a exercer a função de arquiteto se estiver inscrito no CREA. Este profissional atuará no projeto, supervisão e execução de obras arquitetônicas. Geralmente, trabalha em conjunto com o engenheiro e é responsável pelo planejamento e distribuição dos espaços. Claro, que essa é uma definição superficial, mas serve bem para ilustrar as diferenças entre cada profissional.

Já o designer de interiores é o profissional, com formação em curso técnico ou superior específico de design de interiores, que contempla disciplinas como conforto ambiental, ergonomia, estudos de composição e cores, mobiliário, estudos aprofundados de materiais e revestimentos, etc. Este profissional está apto a interpretar a necessidade dos clientes, inclusive aquelas especiais, e projetar espaços e ambientes ou adaptá-los para o atendimento destas necessidades. É de se observar que o curso de arquitetura e o de designer de interiores são diferentes, com disciplinas diferentes.

Decorador (na minha concepção) é uma pessoa com razoável conhecimento do assunto, adquirido em cursos livres ou pela própria experiência, que presta serviços mais simples, como uma consultoria de cores e tendências.

Então, antes de contratar, é fundamental avaliar a sua necessidade. Assim como ninguém vai ao médico com dor de dente, o correto não é contratar um arquiteto (exceto se for de interiores) para um projeto de interiores.


Comentários

Recomendados para Você