sábado, janeiro 30, 2010

DECORAÇÃO - SEM GASTAR E COM MUITO EFEITO



Espero que vocês tenham acompanhado o reality Top Design, exibido pelo canal pago Sony. O programa, uma competição para escolher o melhor designer de interiores, foi recheado de boas dicas para aproveitarmos também em nossas casas.

Em geral, os competidores trabalhavam com o orçamento apertado e indicações vagas dos "clientes" propostos pela produção.

É claro que algumas coisas são um pouco mais complicadas de colocarmos em prática por aqui, porém, os truques e ideias a seguir, dos 3 finalistas, são muito bons e merecem ser aproveitados, pela sua simplicidade e pelo incrível efeito.


Não foi à toa que o Nathan saiu vencedor da competição. O quadro da sala de jantar é incrivelmente simples de fazer e transformou completamente o ambiente. Para fazê-lo, é só colocar a tela em pé, escolher as tonalidades de tinta e fazer com que escorram pela tela. Pendure de forma que os desenhos formados fiquem na horizontal.

Outra super ideia do Nathan que pode ser posta em prática nesses aparadores de MDF disponíveis nas lojas de artesanato. O móvel recebeu uma base branca e o designer delimitou algumas faixas aleatórias com fita crepe (sem preocupar com a largura e posição das fitas). Depois, pintou com tinta spray preta. Alguns lugares ficaram apenas "esfumaçados, como se vê na foto. 

A pintura deu volume à peça de pequenas dimensões.






Do ambiente de Preston veio uma lição super incrível, os apliques e molduras (sim, aqueles que vemos em casas de construção, feitos de material injetado) ajudam a ampliar ambientes pequenos. Eddie usou duas faixas como rodameio e formou quadrados na parte superior da parede. Depois pintou paredes e apliques no mesmo tom. Apesar de usar tons escuros, o ambiente não ficou cansativo e nem opressor.

Fácil de aplicar (requer apenas cola) pode dar aquele toque incrível e de refinamento ao seu ambiente. Não dispense essa ideia.


Eu amei o ambiente de Ondine. O tapete de zebra, em formato de pele é um item dificílimo de usar. O mesmo vale para as almofadas da mesma estampa, a cadeira em osso, com desenhos e o papel de parede. Apesar de trabalhar com 4 prints diferentes num espaço pequeno, Ondine comprovou que o uso de uma cor forte como o pink tem o dom de harmonizar e modernizar um ambiente, quando se quer um resultado arrojado.

Portanto, se você quer dar modernidade a um ambiente, o uso de tons fortes é certeiro.









DECORAÇÃO: BASE DE MESA FEITA COM VASO




Um vaso em cerâmica com pintura rústica branca é o que forma a base dessa charmosa mesa, que pode ser usada na lateral do sofá, no hall ou em qualquer cantinho.

Basta providenciar um vidro para o tampo. Para economizar, dispense acabamentos como bisotês e apicoados e mantenha apenas a lapidação (evitando bordas cortantes). 

Os vasos em barro rústico costumam ter preços bem acessíveis. Mas se você pretende usar a sua mesa em um ambiente mais requintado, como a sala de estar, por exemplo, opte pelas peças de cerâmica vietnamitas, com suas inúmeras opções de cores, tamanhos e formatos.





Acreditem ou não, acabei de encontrar solução para uma coisa que há 2 anos me atormenta. Minha minúscula varanda (mais minúscula ainda por conta dos montes de plantas que coloco) estava "pedindo" uma mesa. Mas eu não havia encontrado nada que me agradasse no tamanho necessário. Está aí, vou providenciar uma mesa/vaso.

Não achou um vaso que goste? Não tem problema. Veja várias ideias para transformar um vaso de barro

I'm coming out!!! - Enfim, migrei!





Seguindo (ou, pelo menos, tentando) os conselhos desses blogueiros-mestres bacanas, que nos ensinam a blogar, registrei o domínio do Cores da Casa no Uol Host. A boa notícia é que agora os visitantes do nosso blog podem acessá-lo diretamente, através do www.coresdacasa.com.br.

Mas não se preocupe. Se você linkou o endereço coresdacasa.blogspot.com ou adicionou nos seus favoritos, não precisa mudar nada. Haverá direcionamento automático para o novo domínio.

E para quem acessa o nosso blog através do portal casa.com.br, nada muda.

Peço a paciência e a compreensão de todos vocês nesse período de transição (E pelo amor de Deus, não deixem de visitar, ok???? Insistam se não der certo na primeira...).

Para comemorar, um vídeo alto astral da Diana Ross. E espero que vocês entendam a minha euforia. Eu sou do tempo em que se aprendia DOS e Lotus (esse não consegui aprender) e computador era só para gente em cargo alto, hehehe. Ainda estou aprendendo um pouco todos os dias sobre essa linguagem da web.

Beijocas a todos e bom fim de semana.











sexta-feira, janeiro 29, 2010

Studio e 1 Dormitório - Faça seu espaço render



Uma lente angular grande é o recurso dos fotógrafos para ampliar o campo de visão nas fotos. É por causa dessa lente que você sempre tende a pensar que os ambientes que estão estampados nas revistas são bem grandes.

Considerando o tamanho cada vez mais reduzido dos apartamentos, uma lente dessas que ampliasse os espaços na vida real seria uma verdadeira mão na roda. Pena que ainda não a inventaram.

Mas há boas soluções para fazer seu espaço render e parecer maior. Confira:

Privilegiar a sensação de continuidade entre os ambientes - Isso não quer dizer que você deva derrubar todas as paredes e transformar seu imóvel em um loft. A união dos ambientes e a sensação de continuidade entre eles pode ser conseguida com um simples recurso: usar o mesmo tipo de piso ou revestimento em todos os cômodos ou, ao menos, na área social da casa. Caso não seja viável, a adoção de pisos em tonalidades claras, sem molduras em todo o imóvel favorece a sensação de continuidade.




Integrar ambientes - Aqui sim a ideia é eliminar algumas paredes e ganhar centímetros que podem ser preciosos na distribuição de móveis. Se você tem um passa-pratos, estude a eliminação daquela parede ou, se não for possível, planeje a abertura de toda a parte superior, o que ajudará a reforçar a sensação de amplitude.





Cozinha Distribuída Linearmente - Aproveite apenas uma parede e distribua, ao longo dela, os seus armários, eletrodomésticos e bancada de trabalho. Com esse recurso, você libera as demais paredes para a instalação de bancadas de refeições (liberando área no living por dispensar a mesa de jantar) ou mesmo torna possível a sua eliminação, aumentando os ambientes e possibilitando diferentes arranjos para a mobília.









Fique atento às necessidades reais: Ok,uma mesa de jantar retangular é linda. Mas se você nunca tem 6 pessoas ao jantar e tem o hábito de fazer as refeições no "palmeado"(*) - essa é antiga, hein? - sentado de frente para a TV, uma mesa de jantar em sua casa é um mero elemento decorativo. 

Decorar sem função é coisa impossível em poucos metros. Vale mais a pena você investir em uma boa bancada para a cozinha e aumentar o seu living, possibilitando a colocação de uma mesa de centro que inclusive sirva para agradáveis reuniões, com assentos em almofadas do tipo futon.






Privacidade na medida certa: Avalie a real necessidade de portas e paredes entre os ambientes. Para singles e casais sem filhos, muitas vezes a parede entre o quarto e a sala pode ser perfeitamente dispensável. 

Porém, se algum isolamento for necessário entre o quarto e a área social, experimente lançar mão de recursos como portas e painéis corrediços, que podem ficar totalmente abertos, liberando espaço, quando não for necessário isolar o ambiente.











A luz a seu favor: Um ambiente bem iluminado auxilia a passar a sensação de amplitude. Por isso, use a luz a seu favor, evitando cortinas escuras e de tecidos pesados nas janelas e portas. Opte por tecidos fluidos e leves, como a seda e o voil. Os tons claros como o branco e o bege vão bem com tudo. 

Além disso, capriche na iluminação e, além dos pontos no teto, aproveite os recursos oferecidos pelas luminárias de mesa e de piso. Essas peças, além de fazerem bonito na decoração, ajudam a transmitir as mais variadas sensações, especialmente, aconchego.




Cores das paredes - uma questão matemática: Usar as cores certas ajuda o seu espaço a se multiplicar. Vale a regrinha, cores escuras tendem a diminuir o ambiente e os tons claros aumentam. Isso não quer dizer que você não possa ter uma parede de tons escuros ou um móvel ebanizado. Apenas planeje. 

Em poucos metros, um piso clarinho é melhor companheiro daquela parede vermelha que você tanto namora. E para compensar móveis escuros, nada melhor que apostar em estofados claros.

Brincar com as cores nas paredes não significa apenas usar tons escuros. Tonalidades claras também formam composições interessantes. E aquela cor forte pode surgir apenas em uma faixa na parede clara...




Móveis como aliados: Cama muita alta, estante alta e com volume, conjunto de sofás de 3 e 2 lugares, mesa grande...  Se você tem um item desses em um apartamento de poucos metros está, literalmente, assassinando a sua sensação de amplitude. 

Em poucos metros, prefira móveis mais baixos e de pequenas dimensões, especialmente, se os tons forem mais escuros.

Aproveite sofás menores, cadeiras charmosas e compactas, mesas redondas com pés centrais, assentos extras com pufes e camas baixas (de preferência com gavetas ou baús). Madeiras em tonalidades claras e móveis na cor branca são verdadeiros "ganhadores" de espaço.







Espelho não pode faltar: Espelhos são um excelente recurso para fazer o espaço crescer visualmente. Além de revestir paredes e aparecerem emoldurados, instalados em portas de armários e dos ambientes se tornam úteis e ajudam a economizar espaço nas paredes.










Mostre só que você quer: Soluções como essas permitem esconder a lavanderia, o escritório e até a cozinha de uma maneira bonita e charmosa. Uma porta em vidro serigrafado ou acidato, um painel articulado ou de correr são soluções ótimas quando se trata de isolar áreas internas sem perder o espaço de abertura das portas. Uma solução boa, inclusive para os banheiros.








(*) Palmeado é uma palavra que se usava correntemente, para designar aquele ato de comer segurando o prato nas mãos (hoje, mais conhecido como serviço à americana). Empalmar, empunhar e pegar são alguns significados do verbo palmear.

DECORAÇÃO - IDEIAS PARA COMBINAÇÕES DE CORES



Será que azul royal combina com pink? E cinza com verde? Posso misturar laranja com azul marinho?

Quantas vezes você ouviu que uma parede de cor forte pede móveis neutros e vice-versa? E que teto só pode ser branco?

Inspire-se nesses exemplos e prove que não existem verdades absolutas quando o assunto é decoração:


Todo mundo sabe que azul combina com verde. Mas que tal unir os dois a móveis e acabamentos de estilo mais clássico, com direito a almofadas e tapetes estampados?


Verde com rosa dá mangueira? Não, se você usar no quarto um papel de parede floral, cortina xadrez e uma mesinha lateral charmosa revestida com espelhos.


"Ah, cinza é complicado... Só vai bem com preto, branco e vermelho...". Que nada!!! Com verde e amarelo fica lindo!







Amarelo com Lilás no Quarto Infantil - Suavidade sem Monotonia. Com detalhes em verde, contraste na medida certa.


Amarelo com Turquesa??? Combina, sim!


Amarelo e azul na parede, em faixas e formas geométricas, para quebrar a monotonia do branco total.




Amarelo combina também com azul claro... Frescor imediato para os móveis de áreas externas.


Dois tons de azul, verde e vermelho? Fica ótimo!

Azul total em paredes e estofados, para valorizar as fotos em P&B e as estampas das cortinas e almofadas.

Tem também azul turquesa, com amarelo e vermelho...

Verde, rosa e vermelho no quarto...


Tons de uva, rosa e vermelho em diferentes estampas e padrões...

Laranja e azul. Um relaxa e o outro espanta o tédio. 




Laranja, verde e azul. Para abrir o apetite e alegrar o ambiente.


Ah, teto colorido não pode, né?? Aqui pode. A faixa verde larga ao longo do ambiente funciona como uma extensão do paisagismo.


Um corredor monótono e sem detalhes é o lugar perfeito para receber um detalhe amarelo no teto. O lustre volumoso e o espelho dão o toque de classe.

Teto amarelo para compensar a frieza da parede cinza é o par perfeito para o tom forte do sofá.


Para compensar a parede em preto, o teto listrado de amarelo alegra o ambiente.


As faixas azuis funcionam como cabeceira para a cama e se prolongam pelo teto. Um recurso perfeito quando não há molduras, sancas ou rodatetos.

O rosa claro, as arandelas e o espelho dão o tom vintage da sala. As cadeiras ultramodernas com tecido amarelo e o tapete estampado tornam a combinação atual. 


Uma grande parede azul royal foi o recurso certo para destacar o sofá cheio de estilo e cor.


Uma cozinha integrada digna. Amarelo e azul dão vida à base neutra.

Quartos infantis são ótimos para ousar na combinação de cores.






Cortina lisa e papel de parede estampado são combinação certeira. Experimente usar cores análogas para um resultado mais dramático.


Não poderia faltar uma combinação de vermelho e verde...

A sala de jantar comprova que verde e amarelo são bons parceiros mesmo quando não é época de Copa do Mundo.

As cores vão além da questão de gosto ou tendências. Elas influem no nosso temperamento, veja como aqui e aqui.

Recomendados para Você