terça-feira, janeiro 04, 2011

CONDOMÍNIO: MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DO ELEVADOR




Continuando a série de posts sobre economia em condomínios, é inevitável falar que a economia só aparece quando há mudança de hábitos.

Acredite: é muito mais simples do que se pensa, basta comprometimento.

No começo, vale usar placas, adesivos e comunicados nos elevadores e nas áreas comuns. Depois de um tempo, os hábitos são incorporados ao dia-a-dia e os próprios condôminos e funcionários passam a ser agentes propagadores e vigilantes das medidas adotadas.

Economia financeira, porém, não deve ser o único foco da mudança de atitude. A intenção primordial é combater o desperdício, gerando benefícios para toda a sociedade. A economia também é boa, mas ela beneficia apenas a um pequeno grupo.

Hoje, o assunto é elevador. Sim, sim, dá para economizar energia nos elevadores do seu condomínio, com as dicas a seguir:


Programação e Manutenção - o que o técnico pode fazer

  • No caso de elevadores com mais de 10 anos, é recomendável verificar a viabilidade da substituição do comando por um modelo computadorizado. Esta medida, embora represente um investimento adicional aos custos de manutenção, pode gerar economia de energia elétrica em aproximadamente 40%.
  • Durante a manutenção do elevador, converse com o funcionário da empresa sobre a possibilidade de programação contra a duplicidade de chamadas. Nesse caso, ao acionar o elevador, apenas o carro mais próximo daquele andar se dirigirá para o mesmo.
  • Sinalizador de chamadas múltiplas: sabe aquele anjo que aperta todos os botões? O elevador, através deste sistema, pode identificar automaticamente as paradas desnecessárias e retornar ao ponto de origem sem parar nos demais aindares.
  • Acendimento das luzes: alguns modelos podem ser programados para efetuar o acendimento das luzes e do sistema de ar apenas com o acionamento da chamada. Enquanto o elevador permanece ocioso, sem passageiros, tudo permanece desligado. Esta é uma ótima medida para economizar energia elétrica.
Utilização diária - o que o Zelador pode fazer?

  • É cada vez mais frequente a construção de condomínios com quatro unidades em cada andar e três elevadores, sendo dois sociais e um de serviço. Nesse caso, manter os três elevadores ligados e operando com todos os itens e acessórios durante 24 horas é um desperdício de energia sem justificativa.
  • Desligar o elevador de serviço no período das 22 às 07 horas da manhã é uma medida válida contra o desperdício de energia, já que evita o acionamento desnecessário das luzes e motor´e não há circulação de prestadores, obras e materiais nesse período.
  • Orientar condôminos e funcionários sobre as medidas de energia adotadas no condomínio. Basta um pequeno comunicado (eu sugiro um adesivo ou placa) lembrando pequenos atos de civilidade que beneficiam a todos (falarei deles logo abaixo) e, no caso de desligamento, informando os horários em que permanecem desligados os elevadores.
  • Trocar as lâmpadas do elevador pelos modelos de LED.
  • Observar atentamente e cumprir as datas de manutenções.
  • Verificar a limpeza das canaletas das portas. Resíduos podem culminar com o funcionamento incorreto na abertura ou fechamento, portanto, remova-os com uma trincha ou aspirador semanalmente.
  • Proibir o uso de produtos abrasivos e com odoro forte (provocam intoxicações em usuários). No final do post, acesse o link com instruções de limpeza de elevadores.

Usando o Elevador - o que cada condômino pode fazer?

  • Feche a porta primeiro, chame o elevador depois. Parece óbvio, mas não consigo nem contar quantas vezes estava dentro do elevador e esperei famílias inteiras saírem de casa e trancarem a porta. Matematicamente falando, é impossível ganhar tempo com isso. O que se consegue apenas é fazer com que o elevador consuma mais energia mantendo a porta aberta além do necessário.
  • Não acione todos os elevadores de uma vez. Chame um e espere. Esta espera geralmente tem no máximo 30 segundos e esse tempo não é suficiente para atrasar ninguém.
  • Para descer dois andares ou subir um, use as escadas ao invés do elevador.
  • Não fume no elevador.
  • Observe se a cabine está no pavimento antes de entrar.
  • Espere todos saírem antes de entrar.
  • Vale lembrar que as regras de civilidade também cabem no elevador: dar preferência aos mais velhos, deficientes, pessoas com dificuldades de locomoção, etc.

Todas as empresas de elevadores dispõem de cartazes e manuais para orientar o uso, a limpeza e a manutenção dos equipamentos. Para síndicos e zeladores, a leitura do manual é obrigatória (infelizmente, não acontece com frequência).

A seguir, links para os cartazes e manual da Atlas, com informações que podem ser úteis a todos.


Para saber mais dicas de utilização dos elevadores, não deixe de visitar o Download Center da Atlas.

Comentários

Recomendados para Você