quarta-feira, novembro 09, 2011

Lava-louças: a história do invento



Imagem para assustar qualquer um, não é? 

Hoje em dia já não assusta tanto, pois existem vários tipos de lava-louças, com capacidades diferenciadas, desde as residenciais até os modelos industriais que atendem a necessidade de restaurantes e hotéis.

Porém, nem sempre foi assim. Até meados de 1950, década em que a máquina de lavar louça se tornou popular, o trabalho era manual - e bem exaustivo.

Em 1850, Joel Houghton patenteou, no Estado de Nova York, uma caixa de madeira com um dispositivo circular e manual que jogava jatos de água sobre a louça. O trabalho foi bem feito, o inventor incluiu a descrição exata de como a "máquina" funcionava e até desenhos ilustrativos do processo, como você pode conferir aqui (texto original em inglês). Até que era funcional, mas não vingou.

Em 1880, uma mulher (claro, só ela poderia entender!!!) chamada Josephine Cochran, de Illinois, cansada de ver os empregados danificarem suas finíssimas porcelanas, declarou: "se ninguém inventar uma máquina para lavar louças, eu mesma o farei".

Cumprindo a promessa, ela fez o trabalho, apresentando o plano abaixo e executando a fabricação da máquina:


Estimulada por amigos e vizinhos, a inventora passou a fabricar a sua máquina de lavar louças, tendo a sua patente registrada em 1886. No entanto, apenas restaurantes e hotéis se mostraram interessados na aquisição do produto, que ela chegou a expor na Feira de Chicago, em 1883. 

Josephine Cochran morreu em 1913, sem ver o sucesso da sua invenção, que somente se popularizou a partir de 1950.

Contudo, para manufaturar a sua máquina de lavar louças, Josephine Cochran deu origem à uma companhia que, mais tarde, se tornaria a Kitchen Aid (sabe aqueles eletroportáteis lindos de viver???).

Josephine Cochran - a inventora da lava-louças - 1839/1913

É claro que houveram tentativas de introduzir definitivamente a lava-louças na vida das mulheres, como comprova esse artigo de 1937, apresentando um modelo elétrico que deixava tudo limpo em oito minutos. 


Mas foi a partir da década de 50 que a máquina de lavar louças ganhou espaço na vida das mulheres e passou a ser produzida em larga escala. As propagandas atuais, como essa de 1956, ainda usam o recurso de mostrar que o tempo gasto para lavar louças pode ser aproveitado de forma melhor.



Quer saber onde pesquisei? Então, acesse estes sites (textos originais em inglês):


Comentários

Recomendados para Você