quinta-feira, maio 31, 2012

Orquídeas Coloridas: Azul, Verde e Violeta



Finalmente, consegui encontrar alguns minutinhos e dar uma passada rápida em um garden center próximo de casa  para comprar terra, vasos e outras coisinhas para replantar algumas espécies e completar os vasos.

O mais difícil é não gostar de tudo o que vejo cada vez que vou lá. Desde as plantas, vasos, cachepots e até o mobiliário. Fiz vários cliques, mas vou colocá-los aos poucos por aqui. 

O setor de orquídeas é um dos que mais gosto e resolvi começar a postar por ele. 

Primeiro, pela recordação (não havia um dia das mães em que meu pai não me presenteasse com uma orquídea Cymbidium, era a que ele mais gostava) e depois, porque é impossível deixar de admirá-las, em sua diversidade e beleza.

orquídea azul orquídea verde

Falando em diversidade, as orquídeas coloridas se destacam: azul, verde e violeta. Diferentes e bonitas.

Sabia que o processo de tingimento dessas flores se dá antes da semente brotar? Uma tinta especial injetada é absorvida pela raiz esponjosa da flor.

Essa é a técnica adotada pelos produtores de orquídeas na região de Holambra - que abastecem boa parte das floriculturas do País.

Mas há também alguns floristas que ensinam a receita caseira de injetar anilina no caule da orquídea branca. É preciso tomar muito cuidado para o caule não quebrar e o resultado aparece em algumas horas.

Segundo eles, essa mesma receita pode ser usada para colorir as rosas, processo mais fácil devido à maior resistência do caule dessa espécie. Basta cortar e colocar em um vaso com anilina.

Bem, eu nunca testei a receita. Para mim, a natureza já é tão perfeita que mesmo a flor mais simples já é esplendorosa. No ikebana, uso até as espécies mais danificadas (faz parte do processo simbólico de aceitação da vida, usar as plantas como são). 

Mas se você é adepto de novidades, pode escolher tentar ou comprar a sua. 

orquídea

Comentários

Recomendados para Você