quarta-feira, outubro 10, 2012

DECORAÇÃO: O NOME CERTO DE CADA XADREZ




Você sabe o nome certo de cada tipo de padronagem xadrez? Se não sabia, agora poderá aprender um pouquinho sobre elas. 

Tartan: Sempre está associado aos escoceses, pois os clãs da Escócia passaram a usar os tartans a partir do século XVIII (Dress Act, em  1746). Cada grupo tinha a sua cor e padronagem típica. 

Esse tipo de xadrez é composto por faixas coloridas verticais e horizontais e, originalmente, era feito em lã, trançando-se os fios previamente tingidos. 

Hoje, é reproduzido em diversos tipos de tecido. 

Na América do Norte, o tartan é um xadrez muito utilizado em peças do vestuário e também na decoração, sendo a "cara do inverno". Os padrões em vermelho e verde se tornaram tipicamente natalinos.




Madras: Se o tartan está associado à trama da lã, o Madras está associado aos tecidos leves de algodão, especialmente, usados para confeccionar as roupas de verão típicas dos anos 60. 

Tem esse nome em homenagem à cidade de Chenai, na Índia, que na época do domínio inglês, se chamava Madras.

Uma das características do Xadrez Madras é que a frente e o avesso do tecido apresentam a mesma aparência, sendo difícil distingui-los, por conta do fio tinto. Mas ela já não é tão comum, devido aos processos de estamparia, que passaram por grandes mudanças.




Princípe de Gales ou Glen Plaid: Nunca entendi porque esse xadrez ganhou o nome de Príncipe de Gales por aqui, já que, na verdade, o Xadrez Glen tem esse nome por causa da região de Glenurquhart, na Escócia, onde teria sido usado pela primeira vez no século XIX.

Como o tartan, também é uma padronagem típica do entrelaçamento de fios tintos em lã. Geralmente, em tons de cinza, branco, preto e um fio vermelho, mas também aparece em tons que vão do caramelo ao marrom. 

Tem tons escuros alternados por listras claras e cria um xadrez irregular, muitas vezes erroneamente confundido com o pied-de-poule (falei dele aqui). 




Vichy: Assim como o Madras, é um padrão típico de tecidos de algodão, linho e sarja. É uma renderização de duas cores, sendo uma delas, na maioria das vezes o branco. 

Foi bastante usado na confecção de roupas femininas na década de 60, mas hoje é associado aos quartos de bebê e enxoval de cozinha. 

Tem esse nome por causa da cidade francesa de Vichy, conhecida por sua produção de tecidos nessa padronagem para confecção de camisas e aventais. 



Burberry: Bem, o Burberry é um tartan, mas se tornou emblemático e é marca registrada da grife de luxo inglesa de mesmo nome.

É uma das padronagens mais reproduzidas no mundo da moda. Foi criado em 1920, para estampar o forro dos trench coats da marca. Atualmente, marca presença em guarda-chuvas, carteiras, chapéus e peças de vestuário ou acessórios.




Comentários

Recomendados para Você