quinta-feira, maio 16, 2013

Decoração: O apartamento de Coco Chanel




Ícone de estilo e, sem dúvida, um dos nomes mais importantes da moda no século XX, Coco Chanel (1883-1971) sempre tem seu nome associado à elegância clássica e ao bom gosto atemporal. 

Seu apartamento na Rue Cambon, 31, é uma prova que a beleza do estilo imortalizado por Chanel resiste a modismos e continua a encantar mesmo após mais de quatro décadas de sua morte.

Unindo elementos clássicos e orientais, o apartamento de Coco também tem diversas referências e objetos relacionados às superstições de Coco. Veja:



A entrada do apartamento tem portas espelhadas e painéis com motivos orientais que aparecem em vários ambientes. Reproduzem pássaros e a camélia, que se tornou uma marca nas suas coleções. Coco gostava da simbologia presente nessas peças: pureza e longevidade. 



Coco recebeu pessoas importantes em seu apartamento, como Picasso e Stavinsky (com quem manteve um caso de amor). 

Para ela, conforto era essencial também na decoração. Por isso, o sofá foi desenhado por ela mesma, que também inovou ao usar o suede, um tecido de toque mais macio e agradável, enquanto a seda e o veludo eram praticamente regra



A escrivaninha de Coco ainda conserva as marcas de seus desenhos. Os livros tem capas em vermelho profundo, o mesmo vermelho presente no batom e em suas bolsas.





Chanel foi fotografada inúmeras vezes na icônica poltrona branca. De seu apartamento ela retirava as referências e inspirações para os produtos da Maison Chanel. A tampa do frasco do perfume Chanel nº 5 foi inspirada no formato octogonal do espelho sobre o aparador.




A escultura em formato de mão foi um presente do italiano Alberto Giacometti para Chanel, assim como a caixa em ouro ofertada pelo Duke de Westminster. A gaiola foi presente de um funcionário de Chanel ao se aposentar. Em todo o apartamento, é possível ver estátuas e esculturas orientais e também representações de animais como leões, cervos, carneiros e outros. 






A sala de jantar tem paredes revestidas com tecido. Os aparadores tiveram o tampo original em mármore substituído por laca preta, o que inspirou o design dos estojos de maquiagem da marca. 

Os espelhos espanhóis de sacristia aparecem ao lado da lareira, que tem um busto francês como adorno.

Os leões aparecem muitas vezes na decoração do apartamento (leão era o signo de Chanel), inclusive sobre a mesa de jantar.


O trigo, símbolo de prosperidade, aparece na mesa dourada e também em várias de suas coleções.


A clássica combinação branco e preto aparece no banheiro do apartamento, todo em mármore e também na escada.




A icônica escada era o lugar preferido de Chanel nos desfiles promovidos na Maison. Foi retratada inúmeras vezes comandando os desfiles sentada nos degraus. 

Quer fazer um tour virtual no apê? Então, clique aqui.


Crédito das imagens e mais detalhes:





Comentários

Recomendados para Você