quinta-feira, agosto 15, 2013

Arquitetura: Você sabe o que é Lambrequim?



Muito comuns nas construções existentes nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, dificilmente não é associado às casinhas de boneca e dos contos de fadas. 

Mas você sabe qual a origem desse ornamento nas casas? Sabia que ele tem mais que uma função decorativa?



O lambrequim na arquitetura brasileira chegou com a influência e colonização europeias,  especialmente, com os imigrantes provenientes da Alemanha, Itália, Polônia, Ucrânia e Holanda. 

Os lambrequins mais comuns são feitos de madeira, mas também há versões em outras chapas de metal, na maioria das vezes, o zinco, e são instalados nas alhetas ou beirais das casas. 

Esse conjunto de recortes e pendentes que serve como ornamento e também como uma "pingadeira", tem também um simbolismo espiritual e está associado à proteção dos lares. 

Há vários desenhos e padrões nesses "rendilhados", sendo que os mais comuns:

  • animais: simbolizam a sorte e a proteção para as atividades de pecuária;
  • cachos de uvas: atraem fartura e prosperidade para a casa;
  • flores: simbolizam harmonia entre os moradores da casa;
  • pinhas: também usadas para atrair a prosperidade.

Mas além desses, é possível encontrar também: tulipas, cedros, carvalhos, folhas de louro e outros. Estes desenhos também são, muitas vezes, reproduzidos no interior das residências, no enxoval e nos móveis. 


imagens via

Para saber mais sobre a história deste ornamento e ver fotos e exemplos de construções com lambrequins, clique aqui.

Você sabia que recortes diferenciados são muito comuns na arquitetura e decoração em vários cantos do mundo? Saiba mais sobre o muxarabiê, que aparece em janelas e divisórias.

Aproveite a sua visita e veja também este templo feito com garrafas.

Comentários

Recomendados para Você