sábado, dezembro 14, 2013

Decoração: Dicas para Textura em Áreas Externas





O muro da nossa casa era uma coisa que nos desagradava bastante. 

Ao contrário do restante das paredes externas, que têm textura, o muro tinha apenas uma massa lisa e a pintura na cor palha. 

Além de destoar do restante do acabamento externo, a impermeabilização não era adequada e toda vez que chovia, formavam-se bolhas e estufamentos, que regrediam quando a massa lisa secava. 


Abaixo uma foto do muro antes do novo acabamento.


Resolvemos, então, acompanhar o restante dos acabamentos da área externa, aplicando a textura também no muro. 

Mantivemos a cor, porque ela faz um fundo bonito para as Árvores do Viajante e para as touceiras de Strelitzia do canteiro ao fundo da piscina. 

Dá para notar a diferença? Veja a foto tirada depois da aplicação da textura.






A textura em áreas externas é uma boa forma de preservar o acabamento externo, evitar trincas no reboco e se mantém sempre bonita. 

O sol em áreas externas costuma "queimar" a pintura, alterando a sua tonalidade e deixando-a fosca, o que não acontece com a textura acrílica. 

No entanto, é preciso tomar alguns cuidados para que a massa acrílica não se desprenda e também para que se mantenha bonita. Veja algumas dicas:

  • Os cuidados começam na aplicação. Além de escolher um produto de boa qualidade, é fundamental remover todas as partes soltas do reboco, limpar e, em alguns casos, usar um fundo preparador, antes de aplicar a textura. 

  • Atenção aos desenhos: é possível criar vários padrões com a textura: circular, meia-lua, riscado, etc. Mas saiba que os padrões que formam desenhos verticais auxiliam no escoamento da água das chuvas. 

  • Sulcos muito profundos também são mais fáceis de acumular poeira e poluição, por isso prefira relevos menos profundos na área externa.

  • Manchas pretas na parede de textura são uma reclamação constante, mas se você utilizar uma textura acrílica lavável, pode lavar as paredes e removê-las com facilidade apenas com um jato de água.  Vários fabricantes têm texturas laváveis, antimofo e até com impermeabilizantes. 

O novo muro ficou bacana, mas ainda pretendemos complementar esse canteiro ao fundo com seixos de rio, porque as pedras brancas estão muito feinhas e ralas, e também criar uma iluminação direcionada às árvores do viajante. Logo mais, posto as mudanças aqui. 

As árvores do viajante (também chamadas de bananeira leque) tinham acabado de serem podadas quando tirei essas fotos. 

Recebe esse nome porque a disposição de suas folhas retém água, que serve para matar a sede dos viajantes. Mais informações sobre a planta e dicas para seu cultivo, você confere aqui.




2 comentários:

Adriana Magre disse...

Oi, Adriana, gostei das dicas, tô meio encrencada com algumas paredes externas por aqui. Vou ver a textura acrílica, pois gostaria de uma cor bem forte, mas são as que mais desbotam, né? Beijo

Adriana Magre disse...

Agradeço as dicas e sugestões que nos enviam, desejo que sejam sempre abençoados, abraços carinhosos Maria Teresa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...