quarta-feira, janeiro 29, 2014

Decoração: A espreguiçadeira de madeira que eu não queria...






Tudo aconteceu assim: nós contratamos os serviços de um marceneiro aqui da região (contatos no final do post) para fazer os móveis da varanda gourmet que mostrei aqui

Depois, meu filho se encantou com o banco de balanço que colocamos em um canto do jardim, à venda na loja dele. 

Durante a execução do projeto, o Sergipano mentira, o nome dele é Alfredo, mas o chamamos de Sergipano em alusão ao nome de sua loja foi super atencioso, sempre atendendo aos nossos chamados e executando todo o projeto conforme as nossas indicações. 

Aí, um dia, marido sai com o filho, dá uma passada na loja do Sergipano para papear e orçar um deck e quando chego em casa tenho a surpresa de encontrar esta espreguiçadeira de madeira. Era um presente do Sergipano!

Linda, mas tudo o que eu conseguia pensar era: onde vou colocar essa espreguiçadeira?

Se fosse antes, eu teria pensado em uma outra composição para a piscina... Mas agora que toda a área externa já estava praticamente definida?

Pensei em dar, mas sou supersticiosa: acho que se a gente dá os presentes assim que ganha, não ganha mais nada. Ué, acho mesmo!

E eu gostei da cadeira. Ela é confortável, só não combinava com nada!

Pensa daqui e imagina dali... Eu tinha pintado os antigos vasos do apartamento de vermelho, como mostrei no instagram. Eles já estavam destinados a esse cantinho mesmo, perto do escritório, para esconder a saída de água do aparelho de ar condicionado, com trepadeiras (na foto eu tinha acabado de plantar as duas). 

Pensei: por que não fazer um cantinho de descanso ali? O marido - porque alguém sempre faz o trabalho pesado - aplicou o stain e arranjou as placas de deck e as pedras para receber a cadeira e os vasos. E voilá!!

Ahhh, gostou da cadeira? O Sergipano tem duas lojas, uma em Louveira, outra em Valinhos e você pode contatá-lo pelo Facebook. Além de várias peças rústicas à venda, executa projetos especiais também. 

Comentários

Recomendados para Você