quarta-feira, novembro 25, 2015

Decoração: + de 30 Mesas de Jantar Quadradas - e tudo que você precisa saber sobre elas!



Enfim, me rendi à ideia de uma mesa de jantar quadrada. 

Confesso que essa nunca foi a minha ideia para o espaço da sala de jantar aqui em casa. Eu sempre pensei em colocar um modelo redondo, apenas um pouco maior que a atual de 1,20 m de diâmetro. 

Mas não moro sozinha, o marido também adora palpitar na decoração da casa. E hoje, finalmente, depois de muito andar, bater perna, medir, amar e odiar mesas e mais mesas, encomendamos o tampo de vidro serigrafado para a base que tenho há bastante tempo (e adoro!!). Não vou mostrar nada agora, só depois de tudo pronto. ;)

Nesse processo de escolha e pesquisa, vi muitas mesas quadradas. De madeira, de laca, rústicas, com tampo de vidro, com tampo de mármore, todas lindas, permitem infinitas possibilidades de composição e certamente, se você gosta, vai encontrar uma para chamar de sua. 

Por isso, resolvi preparar um post, com dicas para facilitar nesse processo de escolha, tamanho adequado, materiais, tapetes, lustres, etc. Tudo o que você precisa saber antes de se decidir por uma mesa quadrada de jantar. 




Bom, não tem como negar. As queridinhas da vez são as mesas de jantar em laca ou resina de poliéster. 

Nessa altura dos acontecimentos, muita gente já teve um móvel de laca em casa, seja um armário, uma mesa, uma bancada e já se decepcionou pela facilidade com que são danificados. 

Os fabricantes dizem que isso ficou para trás e o acabamento em laca atual é mais resistente e de fácil limpeza. Além disso, a maioria das mesas em laca nas lojas tem o tampo de vidro também, como esses modelos abaixo. O tampo ajuda a proteger a laca. 

Ops, essa não é quadrada!!! É só para você ver o vidro!

Quanto às cores: reina o branco, sempre eterno, off white, beges, fendi, chocolate, e o atemporal preto. Vários modelos compõem tampo em madeira com pés em laca ou o contrário. A combinação de materiais fica, sim, muito bonita e valoriza o ambiente.










Se você já deu uma passeada pelas revistas e mostras de decoração ultimamente, percebeu que, depois daquela invasão de cores (amarelos, azuis, turquesas e pinks), os tons neutros voltaram com força total e aparecem muito no mobiliário, assim como os materiais amadeirados. 

Além da sala de jantar, as mesas mais elaboradas também podem ser vistas nas varandas e espaços gourmet, que passam a ser uma área social e requintada para receber os convidados.  

Cada vez mais, os espaços gourmet vão substituindo a sala de jantar tradicional e uma mesa mais bacana fica bem legal na varanda. Vale também incrementar com um lustre mais elaborado.




O vidro também é um material que continuará por muito tempo nas mesas de jantar, mais ainda nas quadradas, geralmente maiores. A leveza desse material se opõe ao tamanho maior que as mesas quadradas ocupam e, também, deixam em destaque as bonitas bases.  

Em geral, os tampos de vidro partem de 10 mm de espessura, lapidados, com o canto levemente arredondado (sem aquela quina super perigosa). São opções o vidro transparente e os coloridos, especialmente, o preto. 









Outra opção são as mesas em madeira. Carvalho, peroba e tauari aparecem com bastante frequência e são madeiras com tonalidades muito fáceis de compor com outras peças.

As peças mais rústicas continuam fazendo sucesso e as mesas quadradas rústicas ficam belíssimas em salas de jantar com um conceito contemporâneo, mescladas com peças de outros estilos. 








A medida do conforto


É frequente errar no tamanho da mesa quadrada. Saiba que nem toda mesa quadrada permite acomodar 8 (oito) cadeiras, que é a situação mais comum (e a mais desejada) que vemos nas lojas.

Mas se você souber escolher, é possível acomodar até 12 (doze cadeiras) na sua mesa quadrada. E fica lindo!

O gráfico a seguir facilita a escolha do tamanho certo:


A escolha do lustre também é algo que requer atenção. A mesa quadrada aceita super bem a companhia de lustres ou pendentes retangulares, redondos e quadrados. Basta criar uma relação proporcional entre a mesa e o lustre, evitando peças muito pequenas. 

A tendência é de lustres e pendentes maiores, assim, aposte em uma peça que tenha, pelo menos, a metade da medida do tampo, centralizando-a, ou na combinação de várias peças menores, como na foto abaixo. 



Aproveitando a foto acima, vale lembrar que a escolha das cadeiras deve refletir o seu gosto pessoal. Não há regras de que devem ser todas iguais, na mesma cor ou no mesmo estilo. 

Você pode apostar em contrastes de peças antigas e modernas, combinar modelos de cadeiras com braços e sem braços, poltronas e cadeiras, escolher tecidos e detalhes diferentes, enfim, usar toda a sua criatividade. Se preferir, também pode optar por todas as cadeiras iguais, criando um ambiente clássico e resistente a modismos. 



Por fim, chegamos ao tapete. Hoje ele não é uma peça imprescindível na sala de jantar, mas continua sendo um aliado para embelezar, delimitar espaços e dar aconchego ao ambiente. 

Com relação à escolha do modelo, cor e estampa, o ideal é defini-lo levando em conta as demais peças do ambiente, lembrando que os resultados mais legais são conseguidos quando o tapete cria contrastes ao mobiliário e ao piso, evitando que tudo pareça um bloco de uma cor só. Se as tonalidades são próximas, aposte em texturas diferentes. 

Quanto à medida, o cuidado é evitar que a movimentação das cadeiras enrosque na borda do tapete. Para isso, à medida do tampo, acresça de 50 a 70 cm de cada lado para definir o tamanho do tapete. Assim, para um tampo de 1,50 x 1,50 m, considere tapetes com a medida a partir de 2,50 x 2,50 m.

E não se preocupe com o fato de não encontrar um tapete exatamente no formato quadrado da mesa. Modelos retangulares e redondos, considerando as medidas acima, também ficam bem legais. 


Créditos das fotos, links para os sites, mais fotos de salas de jantar e outras ideias para decorar a sua sala de jantar, você encontra no Pinterest.



Comentários

Recomendados para Você