quarta-feira, novembro 18, 2015

Decoração: Lavabo com Papel de Parede Preto e Foil



Se existe um lugar onde é possível ter uma boa dose de ousadia, este lugar é o lavabo. 

É um local de curta permanência, geralmente bem iluminado e com espelho, o que facilita bastante o uso de detalhes mais ousados, como uma cor mais escura, metalizados, texturas, etc. 

Já contei aqui no blog que a casa para a qual me mudei era uma tela em branco e, aos poucos, tenho mostrado como ela vem ganhando personalidade.

O lavabo não era diferente do restante da casa. Branco, bege e bem clean. Um vaso que não era legal e sem torneira (oi?!). Veja:




Adoro cores claras e tons neutros, acho-os excelentes para formar a base da decoração e isso já existia. Os revestimentos nesse tom são bem democráticos, aceitam a parceria de outras cores e materiais facilmente. Se você está em dúvida na hora de reformar, pense nisso com carinho. 

E já que o lavabo aceita as ousadias, por que não um papel de parede super ousado com fundo preto e detalhes em foil? 

O foil, para explicar o termo, é uma resina de poliéster que possui características metálicas e muito brilho, podendo ser até holográfica (sim, tem papel de parede holográfico). Ela é usada tanto na indústria têxtil quanto em revestimentos e acabamentos de decoração.

Por aí, você vai encontrar esse papel de parede como papel de parede foil, papel de parede metalizado, papel de parede com folha de ouro e outros nomes parecidos. 

Veja de pertinho como ele é diferente dos papéis de parede mais comuns. 



Colocamos esse papel apenas na parede da bancada da pia, trocamos a luminária, o vaso e instalamos uma torneira. Além disso, finalizamos com alguns acessórios e objetos de decoração e ficou assim:





Branquinha, a bancada comprida se destacou muito mais com o uso do papel de parede em tom escuro. O vaso, antes feinho, também foi embora e veio um novo, mais moderno e monobloco (a caixa e o vaso são uma peça única).


Já contei a história dessa bandeja que acompanhou boa parte da minha infância. O vaso em cerâmica preta é uma peça que foi feita pelo meu pai e as folhas de guaimbê foram colhidas aqui em casa mesmo. 

Na parede oposta, como o papel já se destaca, foi mantida a cor branca e instalamos uma prateleira-canaleta para apoiar gravuras e quadros, o que permite trocá-las com frequência. Para a prateleira "sumir", o truque é pintá-la da mesma cor da parede.  



Embora tenha feito uma cortina rolô branquinha para a janela, ainda não me decidi se vou colocá-la ou não. Gosto da janela e gosto do visual da madeira em oposição aos outros elementos. Acho que ela traz aconchego ao espaço.



E aí, o que acharam??


Leia também:




Comentários

Recomendados para Você